Pular para o conteúdo principal

JCNEWS; Operação contra sonegação fiscal é deflagrada em Salvador e mais três cidades baianas

 

Uma organização criminosa acusada de acumular R$ 75 milhões em dívidas tributárias com o fisco baiano é alvo de uma operação do Ministério Público da Bahia (MP-BA) e das secretarias estaduais da Fazenda (Sefaz-BA) e da Segurança Pública (SSP-BA). A força-tarefa deflagrou a Operação Hidra, na manhã desta quarta-feira (14), para cumprir oito mandados de prisão e 19 de busca e apreensão em Salvador, Camaçari, Feira de Santana e São Gonçalo dos Campos, na Bahia, e em Itajaí, município de Santa Catarina.

 

De acordo com a força-tarefa, o grupo criminoso atua no comércio atacadista de alimentos e pescados. Ele utilizava "laranjas", simulações sucessivas nos contratos sociais, compras em nome de terceiros e empresas "noteiras", constituídas apenas para emitir notas fiscais frias, entre outras fraudes. O objetivo com isso era a prática de crimes como evasão de receita e sonegação fiscal.

 

Em material enviado à imprensa, os órgãos e pastas responsáveis pela operação explicam que as investigações começaram após a Sefaz-BA receber denúncias dessas práticas fraudulentas. A apuração feita até o momento mostrou que o grupo constituiu mais de 15 empresas em 10 anos, sob comando de um empresário e seu sobrinho. Ambos teriam atuado como sócios ocultos nos empreendimentos comerciais, utilizando familiares, empregados e terceiros para expandir os negócios.

 

Com a fiscalização em curso, autos de infração foram lavrados contra essas empresas por sonegação fiscal. Mas, à medida em que elas tiveram suas atividades paralisadas, outras surgiram e deram continuidade aos negócios criminosos. 


A força-tarefa indica que, com o produto da sonegação fiscal, o grupo adquiriu automóveis de luxo, imóveis, lanchas e motos aquáticas. Todos os bens já identificados foram objeto de sequestro determinado pela 2ª Vara Criminal da Comarca de Salvador. Eles servirão de ressarcimento aos cofres públicos.

 

APOIO
A força-tarefa é conduzida pelo Grupo de Atuação Especial de Combate à Sonegação Fiscal e aos Crimes Contra a Ordem Tributária, Econômica, as Relações de Consumo, a Economia Popular (Gaesf), do MP-BA; Inspetoria Fazendária de Investigação e Pesquisa (Infip), da Sefaz-BA, SSP-BA, Departamento de Repressão  e Combate ao Crime Organizado (Draco) e Delegacia de Crimes Econômicos e Contra a Administração Pública (Dececap).

 

O trabalho é parte das ações do Cira – Comitê Interinstitucional de Recuperação de Ativos, que reúne, além do MP-BA, da Sefaz-BA e da SSP-BA, o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) e a Procuradoria Geral do Estado (PGE-BA). 

 Obs; J.Claudino o blogueiro Gospel afirma ;   Quem será esse "ARTISTA" que compõe aliados laranjas, Será algum politico.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

GULFNOTICIAS JCNEWS ; IGREJA UNIVERSAL ABRE O JOGO E REVELA SOBRE SAÍDA DO BISPO FORMIGONI

Igreja Universal (IURD) abre o jogo sobre o bispo Formigoni e abala mundo gospel. A Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), resolveu abrir o jogo sobre o bispo Formigoni, depois que o ex-pastor da instituição Alfredo Paulo, contou sobre a expulsão de um dos braços fortes de Edir Macedo.
Numa reunião que aconteceu na última quinta-feira, com pastores, Renato Cardoso genro de Edir Macedo e lider de confiança da IURD falou a versão dele do que aconteceu com o bispo Formigoni e porque ele não é mais bispo. Renato explicou que o Formigo procurou a esposa, assumindo que havia tinha tido uma conduta inconveniente com trocas de mensagem com outra mulher. Ainda afirmou que teve acesso a essas mensagens, e por isso ficou comprovado que ele foi desonroso e que faltou respeito com a própria esposa, com a igreja e principalmente com Deus. A IGREJA A UNIVERSAL LAMENTOU O FATO, MAS DE ACORDO COM RENATO CARDOSO, NÃO TINHA COMO MANTER FORMIGONI COMO BISPO, APESAR DE NÃO TER TIDO CONTATO FÍSICO, APEN…

GULFNOTÍCIA : DEP. TIA ERON E BISPO BRUNO LEONARDO

Estive hoje com o querido Bispo Bruno Leonardo Cerqueira. Grande homem de Deus! Bispo da Igreja Batista Avivamento Mundial.

Kamyla Simioni posta foto da irmã ao lado de cantor e provoca

A empresária Kamyla Simioni, que ficou famosa após divulgar que teve um caso com o cantor Tony Salles, marido da apresentadora da Record Bahia,  Scheila Carvalho, ataca mais uma vez. A morena compartilhou uma imagem na qual a irmã dela, Yamani Simioni, aparece ao lado do cantor Victor, que faz dupla sertaneja com Léo e que se separou há alguns meses da assistente de palco do Faustão. “Eu juro q eu não vou contar nada, eu sei guardar segredo kkkkkkkk (sic)”, publicou em seu perfil no Instagram. Recentemente, Kamyla viveu um affair com o zagueiro do Vitória, Victor Ramos, mas não demorou muito para dispensar o atleta.