Pular para o conteúdo principal

GULFNOTICIAS JCNEWS: Nenhum dos militares nomeados para o Ministério da Saúde tem formação médica

A imagem pode conter: 1 pessoa, sentado e fatoEm processo de militarização desde a substituição de Luiz Henrique Mandetta por Nelson Teich, o Ministério da Saúde passa por uma grande reformulação. Mais 12 militares foram nomeados pelo general e ministro interino, Eduardo Pazuello e, curiosamente, nenhum deles tem formação médica.

Segundo informações da Época, o Ministério da Saúde não explicou porque nenhum dos novos servidores é um oficial médico. Em nota, a pasta limitou-se a dizer que a “estratégia de resposta” à COVID-19 não foi “prejudicada”.

"Cabe ressaltar que a estratégia de resposta brasileira à COVID-19 não foi prejudicada em nenhum momento. As ações de atenção à saúde, aquisição de insumos e equipamentos continuam sendo adotadas e reforçadas pela pasta a partir de necessidades da população, bem como todas as políticas públicas de saúde”, diz o ministério.

Os militares nomeados foram:

- coronel Antônio Élcio, para secretário-executivo substituto;

- tenente-coronel Reginaldo Machado, para diretor do Departamento de Gestão;

- coronel Luiz Otávio Franco Duarte, para assessor especial;

- tenente-coronel Marcelo Duarte, para assessor do Departamento de Logística;

- subtenente de infantaria André Botelho, para coordenador de contabilidade;

- major Ramon Oliveira, para coorndenador de Inovações de Processos;

- subtenente Giovani Cruz, para coordenador de Finanças do Fundo Nacional de Saúde;

- tenente-coronel Marcelo Pereira, para diretor de programa;

- tenente-coronel Vagner Rangel, para coordenador de execução orçamentária;

- major Angelo Martins, para diretor do Departamento de Monitoramento e Avaliação do SUS;

- tenente Mario Costa, para a Subsecretaria de Planejamento e Orçamento;

- capitão Alexandre Magno, para assessor.

G

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

GULFNOTICIAS JCNEWS ; IGREJA UNIVERSAL ABRE O JOGO E REVELA SOBRE SAÍDA DO BISPO FORMIGONI

Igreja Universal (IURD) abre o jogo sobre o bispo Formigoni e abala mundo gospel. A Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), resolveu abrir o jogo sobre o bispo Formigoni, depois que o ex-pastor da instituição Alfredo Paulo, contou sobre a expulsão de um dos braços fortes de Edir Macedo.
Numa reunião que aconteceu na última quinta-feira, com pastores, Renato Cardoso genro de Edir Macedo e lider de confiança da IURD falou a versão dele do que aconteceu com o bispo Formigoni e porque ele não é mais bispo. Renato explicou que o Formigo procurou a esposa, assumindo que havia tinha tido uma conduta inconveniente com trocas de mensagem com outra mulher. Ainda afirmou que teve acesso a essas mensagens, e por isso ficou comprovado que ele foi desonroso e que faltou respeito com a própria esposa, com a igreja e principalmente com Deus. A IGREJA A UNIVERSAL LAMENTOU O FATO, MAS DE ACORDO COM RENATO CARDOSO, NÃO TINHA COMO MANTER FORMIGONI COMO BISPO, APESAR DE NÃO TER TIDO CONTATO FÍSICO, APEN…

GULFNOTÍCIA : DEP. TIA ERON E BISPO BRUNO LEONARDO

Estive hoje com o querido Bispo Bruno Leonardo Cerqueira. Grande homem de Deus! Bispo da Igreja Batista Avivamento Mundial.

Kamyla Simioni posta foto da irmã ao lado de cantor e provoca

A empresária Kamyla Simioni, que ficou famosa após divulgar que teve um caso com o cantor Tony Salles, marido da apresentadora da Record Bahia,  Scheila Carvalho, ataca mais uma vez. A morena compartilhou uma imagem na qual a irmã dela, Yamani Simioni, aparece ao lado do cantor Victor, que faz dupla sertaneja com Léo e que se separou há alguns meses da assistente de palco do Faustão. “Eu juro q eu não vou contar nada, eu sei guardar segredo kkkkkkkk (sic)”, publicou em seu perfil no Instagram. Recentemente, Kamyla viveu um affair com o zagueiro do Vitória, Victor Ramos, mas não demorou muito para dispensar o atleta.