Pular para o conteúdo principal

GULFNOTICIAS JCNEWS; Menina de 17 anos morre por coronavírus na França

Menina de 17 anos morre por coronavírus na França"Ninguém é invencível". Essa é a angústia de Sabine, mãe da primeira menor de idade a morrer em decorrência do novo coronavírus na França. Julie tinha 16 anos, era saudável e não estava no grupo de risco. Mas faleceu com a Covid-19 na última terça-feira (24), no Hospital Necker de Paris, 24 horas depois de ser hospitalizada com insuficiência respiratória.

"É um choque perder um filho, a vida perde o sentido, mas temos a obrigação de continuar", disse Sabine (que não teve o sobrenome divulgado), em entrevista ao jornal Le Parisien.

"Nunca teremos uma resposta", continuou a mãe, inconsolável. A francesa não se conforma com autoridades e até médicos que defendem que pessoas jovens não podem morrer por causa do vírus. Nesta semana, também foi divulgada a história do falecimento de outra garota, Chloe Middleton, de 21 anos, no Reino Unido.

Moradora de Essone, subúrbio ao sul de Paris, Julie apresentou os primeiros sintomas, de acordo com sua irmã, Manon, na semana passada. Eram leves, apenas com uma tosse seca. Mas, no fim de semana, a adolecente desenvolveu uma secreção intensa nas vias respiratórias e começou a perder o fôlego. 

Na seguinda-feira (23), Julie se consultou com um clínico geral, que constatou o rompimento dos brônquios e pediu a internação. No mesmo dia, um teste para Covid-19 foi realizado. Antes mesmo do resultado, a jovem piorou e ela foi transferida para o Hospital Necker, onde fez mais dois exames de coronavírus - e os dois deram negativo. Ela seguiu internada sem assistência respiratória até que o primeiro hospital ligou e revelou que o primeiro teste tinha dado positivo. A menor foi entubada em um respirador artificial, mas seus pulmões não resistiram.

"Foi violento. Tivemos tempo de vê-la, mas depois tudo aconteceu muito rápido", desabafou Sabine. "Por causa das circunstâncias da epidemia, o protocolo para o enterro é muito rigoroso. Sei que é complicado, mas um pouco mais de humanidade é necessário", continuou, ao Le Parisien.

O corpo será velado na segunda-feira (30), com a presença de no máximo dez pessoas, como prevê um decreto do governo. Os amigos de Julie, porém, farão uma homenagem no dia 4 de maio, quando está prevista a voltas às aulas. Eles querem erguer um memorial, fazer um minuto de silêncio e uma passeata usando as cores branco e vermelho - segundo uma colega da jovem, o branco é uma referência ao bom humor da adolescente e o vermelho era a cor favorita dela.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

GULFNOTICIAS JCNEWS ; IGREJA UNIVERSAL ABRE O JOGO E REVELA SOBRE SAÍDA DO BISPO FORMIGONI

Igreja Universal (IURD) abre o jogo sobre o bispo Formigoni e abala mundo gospel. A Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), resolveu abrir o jogo sobre o bispo Formigoni, depois que o ex-pastor da instituição Alfredo Paulo, contou sobre a expulsão de um dos braços fortes de Edir Macedo.
Numa reunião que aconteceu na última quinta-feira, com pastores, Renato Cardoso genro de Edir Macedo e lider de confiança da IURD falou a versão dele do que aconteceu com o bispo Formigoni e porque ele não é mais bispo. Renato explicou que o Formigo procurou a esposa, assumindo que havia tinha tido uma conduta inconveniente com trocas de mensagem com outra mulher. Ainda afirmou que teve acesso a essas mensagens, e por isso ficou comprovado que ele foi desonroso e que faltou respeito com a própria esposa, com a igreja e principalmente com Deus. A IGREJA A UNIVERSAL LAMENTOU O FATO, MAS DE ACORDO COM RENATO CARDOSO, NÃO TINHA COMO MANTER FORMIGONI COMO BISPO, APESAR DE NÃO TER TIDO CONTATO FÍSICO, APEN…

GULFNOTÍCIA : DEP. TIA ERON E BISPO BRUNO LEONARDO

Estive hoje com o querido Bispo Bruno Leonardo Cerqueira. Grande homem de Deus! Bispo da Igreja Batista Avivamento Mundial.

Kamyla Simioni posta foto da irmã ao lado de cantor e provoca

A empresária Kamyla Simioni, que ficou famosa após divulgar que teve um caso com o cantor Tony Salles, marido da apresentadora da Record Bahia,  Scheila Carvalho, ataca mais uma vez. A morena compartilhou uma imagem na qual a irmã dela, Yamani Simioni, aparece ao lado do cantor Victor, que faz dupla sertaneja com Léo e que se separou há alguns meses da assistente de palco do Faustão. “Eu juro q eu não vou contar nada, eu sei guardar segredo kkkkkkkk (sic)”, publicou em seu perfil no Instagram. Recentemente, Kamyla viveu um affair com o zagueiro do Vitória, Victor Ramos, mas não demorou muito para dispensar o atleta.