Pular para o conteúdo principal

GULFNOTICIAS JCNEWS ; Justiça suspende show gospel anunciado por Crivella para o réveillon de Copacabana por 'violação da laicidade'

Prefeitura afirma que escolha de artistas foi feita por empresa que venceu caderno de encargos; em coletiva, Crivella exaltou presença de gênero gospel na festaA Justiça do Rio suspendeu nesta quinta-feira a realização do show da cantora gospel Anayle Sullivan, que seria a primeira a cantar no palco principal do réveillon de Copacabana este ano, e também de qualquer outro artista religioso na festa. A decisão judicial considera que há violação aos princípios da laicidade do Estado e da liberdade religiosa na escolha da artista. A ação civil pública foi ajuizada pela Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos (Atea). Em caso de descumprimento, a prefeitura do Rio pode ter que pagar uma multa de R$ 300 mil.
"A realização de shows de música gospel em mais de um palco na festa de Réveillon de Copacabana na virada deste ano de 2019 para 2020, promovida pela Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, foi amplamente divulgada pelo próprio Prefeito, sendo fato público e notório. Como sabido, a Constituição da República Federativa do Brasil de 1988 prevê, expressamente, o princípio da liberdade religiosa e o princípio da laicidade do Estado", diz trecho da decisão da juíza Ana Cecilia Argueso Gomes de Almeida."Em respeito aos princípios constitucionais da laicidade do Estado e da garantia da liberdade religiosa, que determinam a promoção da tolerância e do respeito mútuo entre os adeptos de diferentes concepções religiosas e não religiosas, de modo a prevenir a discriminação e assegurar o pluralismo religioso, concedo a tutela de urgência requerida para determinar a suspensão da realização do show religioso gospel da cantora Anayle Sullivan ou de qualquer outro cantor ou grupo religioso na festa de Réveillon de Copacabana, que será realizada na virada dos dias 31/12/2019 e 01/01/2020, promovida pela Prefeitura do Rio de Janeiro, sob pena de multa fixa de R$ 300.000,00", conclui o ofício.
Em nota, a prefeitura afirmou que a Procuradoria-Geral do Município (PGM) irá recorrer da decisão, e que a escolha e contratação dos artistas que se apresentarão no réveillon de Copacabana é de responsabilidade da empresa vencedora do caderno de encargos, a SRCOM, e que coube à empresa apresentar a relação de shows, que foram aprovados formalmente pela prefeitura.
No início do mês, Crivella comentou, na coletiva de imprensa de lançamento da festa do réveillon, a qual a equipe do GLOBO foi impedida de entrar, sobre a presença de Anayle na festa.
— Essa ideia de mais três palcos em Copacabana não só privilegia o trânsito, mas também dá espaços à canção gospel, que é na nossa cidade o primeiro lugar disparado nas rádios. Essa música, pela primeira vez, terá palco especial para ela — disse.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

GULFNOTICIAS JCNEWS ; IGREJA UNIVERSAL ABRE O JOGO E REVELA SOBRE SAÍDA DO BISPO FORMIGONI

Igreja Universal (IURD) abre o jogo sobre o bispo Formigoni e abala mundo gospel. A Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), resolveu abrir o jogo sobre o bispo Formigoni, depois que o ex-pastor da instituição Alfredo Paulo, contou sobre a expulsão de um dos braços fortes de Edir Macedo.
Numa reunião que aconteceu na última quinta-feira, com pastores, Renato Cardoso genro de Edir Macedo e lider de confiança da IURD falou a versão dele do que aconteceu com o bispo Formigoni e porque ele não é mais bispo. Renato explicou que o Formigo procurou a esposa, assumindo que havia tinha tido uma conduta inconveniente com trocas de mensagem com outra mulher. Ainda afirmou que teve acesso a essas mensagens, e por isso ficou comprovado que ele foi desonroso e que faltou respeito com a própria esposa, com a igreja e principalmente com Deus. A IGREJA A UNIVERSAL LAMENTOU O FATO, MAS DE ACORDO COM RENATO CARDOSO, NÃO TINHA COMO MANTER FORMIGONI COMO BISPO, APESAR DE NÃO TER TIDO CONTATO FÍSICO, APEN…

GULFNOTÍCIA : DEP. TIA ERON E BISPO BRUNO LEONARDO

Estive hoje com o querido Bispo Bruno Leonardo Cerqueira. Grande homem de Deus! Bispo da Igreja Batista Avivamento Mundial.

Kamyla Simioni posta foto da irmã ao lado de cantor e provoca

A empresária Kamyla Simioni, que ficou famosa após divulgar que teve um caso com o cantor Tony Salles, marido da apresentadora da Record Bahia,  Scheila Carvalho, ataca mais uma vez. A morena compartilhou uma imagem na qual a irmã dela, Yamani Simioni, aparece ao lado do cantor Victor, que faz dupla sertaneja com Léo e que se separou há alguns meses da assistente de palco do Faustão. “Eu juro q eu não vou contar nada, eu sei guardar segredo kkkkkkkk (sic)”, publicou em seu perfil no Instagram. Recentemente, Kamyla viveu um affair com o zagueiro do Vitória, Victor Ramos, mas não demorou muito para dispensar o atleta.