Pular para o conteúdo principal

GULFNOTICIA Evangélicos criticam nomeação de assessora de Malta para ministério

 [Evangélicos criticam nomeação de assessora de Malta para ministério]indicação da pastora Damares Alves para o Ministério de Mulher, Família e Direitos Humanos não teve a bênção de parte da bancada evangélica.
Deputados ligados ao bloco e aliados do senador Magno Malta (PR-ES) usaram expressões como "passou a perna" para se referir à nova integrante da Esplanada de Jair Bolsonaro (PSL).
Damares, que já assessorou juridicamente a frente parlamentar evangélica, trabalha no gabinete do senador, que era cotado para o mesmo cargo. O presidente eleito, contudo, escanteou Magno, um de seus aliados de primeira hora e responsável por convencer líderes evangélicos como o pastor Silas Malafaia a embarcar no bolsonarismo.
O deputado federal Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ), reeleito com Malafaia de cabo eleitoral, diz que o que no começo "era ingratidão passou a ser uma afronta".
O parlamentar diz que Damares é "competente e querida, mas errou". Ela, por exemplo, não teria avisado ao chefe da nomeação.
Para ele, toda a condução do caso foi "antitética". "Quando ele [o senador] percebeu o desgaste, se recolheu e ficou isolado por dez dias [num sítio no Espírito Santo]. Custava ter esperado ele voltar?"
Magno retornou na quinta (6) ao Senado e disse que seu compromisso com o presidente eleito "foi até o dia 28 [dia do segundo turno], às 19h30".
A reportagem conversou com outras três lideranças contrariadas com a ida de Damares à pasta. Afirmaram que a assessora aproveitou-se da intimidade e confiança de Magno, mas preferiram não se identificar.
Também pegou mal, num quinhão do bloco evangélico, posições favoráveis da pastora ao casamento entre pessoas do mesmo sexo (que vê como um direito adquirido) e à inserção de transexuais no mercado de trabalho. 
Para o presidente da bancada evangélica, o deputado não reeleito Hidekazu Takayama (PSC-PR), Damares, por não ser congressista, "não tem papas na língua, acaba criando adversidades sem necessidade". "Algumas questões que disse com relação a polêmicas, a gente atribui isso à falta de experiência política dela", declarou.
Ele reconhece a insatisfação de alguns colegas, mas diz que "a indicação da Damares é altamente bem-vinda, pois ela conhece todo o nosso pensamento".
Segundo Takayama, não foi Bolsonaro quem esnobou Magno, e sim o contrário. O senador foi convidado para ser vice do agora presidente eleito, mas declinou o convite. Preferiu apostar na reeleição para o Senado. Perdeu.
A reportagem telefonou três vezes para a futura ministra, mas ela não retornou a ligação nem respondeu a mensagens deixadas em seu celular.
 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

NOTICIAGULF Ministério Público da Bahia abre novo inquérito para apurar supostas irregularidades praticadas por Márcio Paiva, ex-prefeito de Lauro de Freitas

O Ministério Público estadual (MP) abriu inquérito para apurar supostas irregularidades praticadas pelo ex-prefeito de Lauro de Freitas Márcio Paiva (PP) na contratação de uma empresa em 2014. Paiva, que deixou o comando da cidade em 2016, firmou contrato com a Consiga Assessoria e Consultoria Ltda por inexibilidade. Contudo, há indícios de fraudes no processo. Em 2014, o ex-prefeito teve as contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios justamente por contratações irregulares.

Reincidente A mesma empresa foi contratada, em 2013 e 2014, pelo então prefeito de Candeias Sargento Francisco por inexibilidade, processo também investigado pelo MP desde o ano passado.


Fonte: Coluna Satélite do Correio da Bahia 
Postado por Noticiagulf

DOMETILA GARRIDO - 1ª REPÓRTER MULHER DA BAHIA - MORADORA DE LAURO DE FREITAS

Mulher com espírito empreendedor, Dometila Cerqueira Garrido do Val, atualmente com  anos, nascida em 29 de agosto de 1933 num pequeno sobrado no bairro de Roma, destacou-se nas décadas de 60 e 70 pelas diversas atividades executadas.
Formada em Contabilidade pela Faculdade de Ciências Econômicas, exerceu por pouco tempo a sua profissão. Em 1961, ao declamar o poema Vozes D'áfrica de Castro Alvez, foi convidada pelo presidente do sindicato de jornalismo para escrever na redação do Diários Associados, em uma época onde as redações de jornalismos eram compostas exclusivamente por homens, tornando-a a primeira mulher a ocupar um lugar no diário. Segundo Domitila não sofreu nenhum preconceito, pelo contrário, era protegida – “Jehová de Carvalho me protegia”, referindo-se ao colega jornalista. Mas no início precisou impor respeito. “Eu usava um sapato de salto fino com capa-fixa. Quando batia no assoalho fazia muita zoada e batia para não ouvir palavrões. Depois de um ano o palavrão foi…

GULFNOTICIA : Moema tem uma história de luta pela vida e jamais de comprar o silêncio , principalmente de quem sofre

Uma fatalidade antecipou a passarem da pequena Lara aqui nesta terra de lobos em pele de cordeiro .

Deus a levou e com certeza está na parte de onde os anjinhos são acolhidos .
Uma mãe que perde um filho se desespera e diz coisas inacreditáveis , não age com a razão , mas com a forte emoção da perda de quem esteve em seu ventre por nove meses , de quem amamentou , trocou as fraldas e sonhou o tempo todo com uma vida longa pra seu bebê , a mãe de Lara pode tudo .
Não devia é um site que se diz sério , de informação , ouvir uma mãe machucada , ferida na alma e o pior postar algo sobre a Mulher , a Política que nos seus quase 5O anos de Militância , sempre lutou e defendeu a vida .
Quando Moema liga pra a mãe de Lara , não é pra comprar seu silêncio mesmo porque a Secretária de Saúde já explicou o que levou Lara a Óbito e a perícia dirá com certeza que foi uma Fatalidade e não Imperícia , Negligência dos Profissionais da saúde.
Moema ligou pra a Mãe de Lara porque é mãe ,avó e uma Prefei…