Pular para o conteúdo principal

GULFNOTICIA : Se eleito, Lula revogará medidas econômicas de Temer, diz assessor do petista

[Se eleito, Lula revogará medidas econômicas de Temer, diz assessor do petista]e vencer as eleições deste ano, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva terá entre as prioridades a reversão de medidas aprovadas pela gestão Michel Temer, afirmou nesta quarta-feira (25) Guilherme Mello, assessor econômico da campanha do petista.
Entre as ações aprovadas após o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff que entraram na mira do petista, estão a emenda constitucional que limitou a expansão dos gastos públicos e a reforma trabalhista.
O chamado novo modelo de desenvolvimento apresentado pelo PT ainda terá entre os eixos prioritários alterações estruturais, como uma reforma tributária que não mude a carga de impostos nem a distribuição entre os estados e municípios, e ações emergenciais, como incentivo aos investimentos públicos para impulsionar o emprego.
Lula está preso em Curitiba, mas a direção do partido afirma que a candidatura do ex-presidente será registrada normalmente no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) até o dia 15 de agosto.
"A emenda constitucional 95 (PEC do teto de gastos) precisa ser revogada. [...] O Brasil precisa votar uma nova regra fiscal. Além de outros descalabros, como a reforma trabalhista", disse Mello durante debate com assessores de pré-candidatos na Unb (Universidade de Brasília).
Em contraposição a outra linha de atuação do governo Temer, o economista afirmou que eventual governo Lula também vai suspender o processo de privatizações de estatais.
Durante a palestra, medidas relacionadas ao sistema previdenciário não foram mencionados por Mello.
Representante do Partido Novo, o cientista político Christian Lohbauer afirmou que o teto de gastos seria mantido numa eventual administração do presidenciável João Amoêdo.
Embora empunhe a bandeira do liberalismo econômico, o Novo não defende o Estado mínimo, disse ele, que também é candidato ao Senado pelo partido em São Paulo.
"Defendemos um Estado que cabe na conta. Pode até ser grande, mas tem que caber na conta. Tem que ser essencial, tem que ser eficiente, tem que prestar serviços à sociedade", afirmou.
Lohbauer foi executivo da Bayer e presidiu entidade que representa os exportadores de suco de laranja.
Em seu discurso, ele criticou empresas estatais e disse que devem ser privatizadas, liquidadas ou fechadas, inclusive os bancos estatais Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal.
Seu argumento é que as estatais geram prejuízo, bancado pelo Estado, ou são dominadas por políticos.
"Para que servem empresas como a Infraero[que administra aeroportos]? São controladas por políticos como Valdemar Costa Neto [liderança do PR]."
Ele defendeu as reformas da Previdência e tributária, mas não deu detalhes sobre como o Partido Novo conduziria essas transformações. Também afirmou que o trabalhador deveria ter acesso ao seu FGTS, para controlar a gestão dos recursos.
Lohbauer fez críticas a outros candidatos, sem nomeá-los, ao dizer que "desconhecem a palavra escassez ou por cinismo ou por má fé".
"Tem que aumentar imposto, tem que aumentar gasto com saúde. E vai tirar da onde? Falam em direito adquirido, mas não sabe de onde vão tirar", afirmou.
Em resposta à crítica, Mello, como representante do PT, disse que os governos petistas fizeram esforços no campo fiscal.
"Quem produziu mais superávit, quem melhorou o perfil da dívida, quem desindexou a dívida? Tudo o governo Lula, tudo os governos do PT", afirmou.
Ele reafirmou a ideia do grupo econômico petista, do qual também faz parte o economista Márcio Pochmann, de usar reservas cambiais e recursos do BNDES para formar um fundo para financiar obras de infraestrutura.
Mello diz que há um "excesso de reservas" no valor de US$ 30 a US$ 40 bilhões, que poderiam ser redirecionados.
"Temos um colchão que custa caro. Você pode pegar uma parte pequena dessas reservas e, em vez de devolver para o Tesouro, faz um fundo que será responsável, junto com capital privado, por financiar infraestrutura", disse.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

NOTICIAGULF Ministério Público da Bahia abre novo inquérito para apurar supostas irregularidades praticadas por Márcio Paiva, ex-prefeito de Lauro de Freitas

O Ministério Público estadual (MP) abriu inquérito para apurar supostas irregularidades praticadas pelo ex-prefeito de Lauro de Freitas Márcio Paiva (PP) na contratação de uma empresa em 2014. Paiva, que deixou o comando da cidade em 2016, firmou contrato com a Consiga Assessoria e Consultoria Ltda por inexibilidade. Contudo, há indícios de fraudes no processo. Em 2014, o ex-prefeito teve as contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios justamente por contratações irregulares.

Reincidente A mesma empresa foi contratada, em 2013 e 2014, pelo então prefeito de Candeias Sargento Francisco por inexibilidade, processo também investigado pelo MP desde o ano passado.


Fonte: Coluna Satélite do Correio da Bahia 
Postado por Noticiagulf

DOMETILA GARRIDO - 1ª REPÓRTER MULHER DA BAHIA - MORADORA DE LAURO DE FREITAS

Mulher com espírito empreendedor, Dometila Cerqueira Garrido do Val, atualmente com  anos, nascida em 29 de agosto de 1933 num pequeno sobrado no bairro de Roma, destacou-se nas décadas de 60 e 70 pelas diversas atividades executadas.
Formada em Contabilidade pela Faculdade de Ciências Econômicas, exerceu por pouco tempo a sua profissão. Em 1961, ao declamar o poema Vozes D'áfrica de Castro Alvez, foi convidada pelo presidente do sindicato de jornalismo para escrever na redação do Diários Associados, em uma época onde as redações de jornalismos eram compostas exclusivamente por homens, tornando-a a primeira mulher a ocupar um lugar no diário. Segundo Domitila não sofreu nenhum preconceito, pelo contrário, era protegida – “Jehová de Carvalho me protegia”, referindo-se ao colega jornalista. Mas no início precisou impor respeito. “Eu usava um sapato de salto fino com capa-fixa. Quando batia no assoalho fazia muita zoada e batia para não ouvir palavrões. Depois de um ano o palavrão foi…

GULFNOTICIA : Moema tem uma história de luta pela vida e jamais de comprar o silêncio , principalmente de quem sofre

Uma fatalidade antecipou a passarem da pequena Lara aqui nesta terra de lobos em pele de cordeiro .

Deus a levou e com certeza está na parte de onde os anjinhos são acolhidos .
Uma mãe que perde um filho se desespera e diz coisas inacreditáveis , não age com a razão , mas com a forte emoção da perda de quem esteve em seu ventre por nove meses , de quem amamentou , trocou as fraldas e sonhou o tempo todo com uma vida longa pra seu bebê , a mãe de Lara pode tudo .
Não devia é um site que se diz sério , de informação , ouvir uma mãe machucada , ferida na alma e o pior postar algo sobre a Mulher , a Política que nos seus quase 5O anos de Militância , sempre lutou e defendeu a vida .
Quando Moema liga pra a mãe de Lara , não é pra comprar seu silêncio mesmo porque a Secretária de Saúde já explicou o que levou Lara a Óbito e a perícia dirá com certeza que foi uma Fatalidade e não Imperícia , Negligência dos Profissionais da saúde.
Moema ligou pra a Mãe de Lara porque é mãe ,avó e uma Prefei…